Muitas imagens da arquitectura foram «iconoteologia». Many images of ancient and traditional architecture were «iconotheological». This blog is to explain its origin.
20.3.15

 

Num artigo fantástico e muito interessante, que se aconselha, apesar de serem citados vários autores «nossos conhecidos», faltam no entanto Patrice Sicard, Grover Zinn e até (mais informações) de James Ackerman, ou ainda de Mary Carruthers.

Falta sobretudo aquilo que até agora ainda ninguém fez, que é o desenvolvimento de uma ICONOTEOLOGIA muito específica. A qual começa por ajudar a compreender as «Actas das Reuniões decisórias» que James Ackerman estudou e publicou, relativas às diferentes campanhas de obras da Catedral de Milão.

 

Uma Iconoteologia a que chegámos ao compreender a representação do Filioque: uma Iconoteologia que não prescinde da Teologia para definir a Imagem.

E que, tal como se serviu de trifoils e quadrifoils para aludir a «dimensões diferentes» do divino, durante séculos também o fez com relações geométricas Ad Triangulo e Ad Quadratum.

 http://journal.eahn.org/article/view/ah.bs/108

 

link do postPor primaluce, às 00:00 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



 
Primaluce: Uma Nova História da Arquitectura
Março 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO