Muitas imagens da arquitectura foram «iconoteologia». Many images of ancient and traditional architecture were «iconotheological». This blog is to explain its origin.
27.11.20

Desde que conheci esta imagem fiquei fascinada com ela.

E emocionada, e sei lá até se com o coração a bater acelerado...? Foi amor à primeira vista.

P1010026-A.jpg

Mas depois li, e reli, a legenda dos editores, e de quem seleccionou as imagens deste livro que é absolutamente maravilhoso*.

Li avidamente à procura de mais. Mas a legenda (abaixo), embora com algumas "tournures" - que pretendem alertar para algo que a composição possa conter; apesar disso, o que deixaram escrito pouco adianta, ficando muito aquém - completamente «abaixo» - da imensa riqueza (conceptual) da obra que, há séculos tinha sido criada...  

P1010026-B.jpg

É que na imagem o que se vê, tirando os dois jardineiros, e os pauzinhos mais ou menos retorcidos e naturalistas, de uma trepadeira que provavelmente devemos pensar como sendo uma  vinha; o que todos vemos - canteiros, escadas, paliçada, casa - com porta e duas janelas; e ainda os arcos (de círculo) entrelaçados - tudo isso, todo o cenário é, propositadamente e assumido, feito exclusivamente de Geometria**.

É aliás um óptimo exemplo, dos melhores que conhecemos, para associar àquela frase original (em grego) do Pseudo-Dionísio, o Areopagita;  à frase que Maurice de Gandillac traduziu para francês assim:

"...En somme une intelligence perspicace ne saurait être embarrassé pour faire correspondre les signes visibles aux réalités invisibles.” **

Mas, e para o caso de haver dúvidas sobre a legibilidade desta, e de outras obras, para isso estamos aqui.

E vamos continuar a estar, mesmo que, como hoje, fique para o leitor a tarefa principal que é a de fazer a leitura/interpretação da obra. Que responda a esta pergunta:

Porque é que alguém diz que a imagem acima é linda...? 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Referimo-nos a Le Moyen Âge en Lumière, dir. Jacques DALARUN, Fayard, Paris 2002.

** A mesma (geometria) que para Hugues de Saint-Victor era - "...source des sensations et l'origine des expressions".

*** E que várias vezes já citámos noutros posts. Como por exemplo neste outro.

link do postPor primaluce, às 14:30 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



 
Primaluce: Uma Nova História da Arquitectura
Novembro 2020
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
28

29
30


tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO