Muitas imagens da arquitectura foram «iconoteologia». Many images of ancient and traditional architecture were «iconotheological». This blog is to explain its origin.
21.3.12
 
 
Aprender a perscrutar a paisagem urbana, e a escolher apenas alguns extractos da mesma...
 
 
 
Escrevemos na continuidade de:
link do postPor primaluce, às 12:01  comentar

20.3.12
 
no Porto
 
Não esqueçam que escrevemos na continuidade de:
em que esta iconografia nasceu
link do postPor primaluce, às 11:59  comentar

19.3.12

 

...que nos abriu a mente - e abre a de todos os que estiverem disponíveis para "Novos Olhares". A partir daqui, muito ficou dito havendo que avançar em explorações de casos, para se poder perceber como foram trabalhadas e funcionaram as variadíssimas situações criadas.

 
É fácil acreditar que iconografia criada 16-18 séculos antes, com base em razões ou motivos que parecem difíceis de compreender, tivesse continuado activa e fosse um "must" no principio do século XX?
Não esqueçam que escrevemos na continuidade de:
link do postPor primaluce, às 11:34  comentar

18.3.12
 
Onde esta questão está bastante desenvolvida (nas pp. 27 a 45)
 
 
Acima a suposta origem do Arco Ultrapassado,
abaixo, idem - origem do Arco Quebrado
 
 

As imagens terão sido criadas na Península Ibérica onde as duas ideias teológicas, o "per Filium" e o "Filioque" se opuseram. Possivelmente desde o ano 400, certo é que em 589, no III Concílio de Toledo a conversão de Recaredo contribuiu para uma mudança que, depois de Carlos Magno foi mais do que histórica, e se tornou civilizacional (dividindo Ocidente e Oriente).
Brevemente será ampliada e apresentada em

 

link do postPor primaluce, às 10:00  comentar

17.3.12
Já se percebeu que é tudo o mesmo, e que as imagens não mentem: há uma "Cultura Visual" para aprofundar e consolidar (tal como há uma cultura musical). E a "História da Arte" talvez tenha que se auto-reformar?
A ver vamos... 
 
Há duas vias: A das mentes fechadas, e da teimosia;
A dos que têm convicções e que não se conformam com teimosias atávicas, preferindo perseverar no ensino e na abertura das mentes.
link do postPor primaluce, às 00:00  comentar

16.3.12
 

Que estava parcialmente em obras quando fizemos as fotografias. Ver no google earth a localização [Lat: 51°31'48.55"N, Long: 0° 7'37.90"O] e o imbricado urbanístico que esta situação gerou, quando houve a abertura de ruas e a construção de novos bairros. 

 
Nunca escondemos que muitas das informções incluídas no nosso trabalho sobre Monserrate foram obtidas em Inglaterra, especialmente em Londres, cidade victorian. Depois de adquiridos novos conhecimentos, passámos a ter outras bases - muito mais amplas - para poder perceber o quanto houve «de político-religioso» na arquitectura desse período.   
link do postPor primaluce, às 10:30  comentar

15.3.12

 

 

 

  

British Library - fotomontagem, vendo-se atrás o Hotel e a Estação de St. Pancras (e King's Cross). Em primeiro plano escultura inspirada em desenho de William Blake - representando Newton (1795)
link do postPor primaluce, às 11:30  comentar

14.3.12

Referimo-nos (em "iconografia  de hoje") ao desenho dos vãos e aos desenhos das formas que acompanham a periferia da cobertura - os remates do beirado do telhado, no Chalet da Condessa d'Edla, em Sintra

 
Fotografia recebida via AAMonserrate
link do postPor primaluce, às 14:00  comentar

13.3.12
 
Cascais - Vista do "Chalet" Beira-Rio, e casario envolvente
(como eram em 22 de Junho de 1969)
 
 
 
(detalhe da imagem acima)
"De pequenino se torce o pepino",
e a história de uma curiosidade com mais de 4 décadas
link do postPor primaluce, às 10:30  comentar

12.3.12
 
 
em Londres

link do postPor primaluce, às 15:00  comentar

 
Primaluce: Uma Nova História da Arquitectura
Março 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11




tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO