Muitas imagens da arquitectura foram «iconoteologia». Many images of ancient and traditional architecture were «iconotheological». This blog is to explain its origin.
26.5.12

Recuemos ao assunto tratado no passado dia 23 de Maio, que ficou incompleto. Já mostrámos em vários posts a associação do Arco Quebrado à representação do Filioque. Assim como o Arco Ultrapassado original que ficou ligado ao Perfilium. Vejam em: http://primaluce.blogs.sapo.pt/89925.html e http://primaluce.blogs.sapo.pt/90235.html

Sabemos, deixámo-lo em Monserrate uma nova história (ver pp. 153 e 195), alguma discussão que sobreveio ao emprego do Arco em Ferradura, em Sintra, na Quinta do Relógio. Por isso o vão que vemos na imagem abaixo, não era, inicialmente, compatível e utilizável a par do Arco Quebrado... Isso não fazia qualquer sentido!

 

Talvez só em Toledo na igreja que ficou conhecida como Cristo de La Luz, estejam patentes o que foram hesitações entre Ideogramas? Ou, temo-lo dito, uma certa tentativa de síntese entre Semi-Arianos e Católicos?

Este emprego, simultâneo, de dois arcos que ficaram associados a ideias contrárias, só «as liberdades do esquecimento» e as dos «revivalismos formais» o podiam permitir.   

http://primaluce.blogs.sapo.pt/   

link do postPor primaluce, às 23:00 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



 
Primaluce: Uma Nova História da Arquitectura
Maio 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO